Fénix




Em falsas promessas eu me agasalhava! 
Certamente parecia ser bom tudo o que se passava.
Virtude faltava, mas o sol brilhava. 

Em filosofia da vida delicada, 
Do não saber o concreto a incerteza rondava, 
Melodia melancólica aos meus ouvidos soava, 
Então passo a passo amargurada me tornava.

Tortura, dor é o que eu encontrava, mas eu lutava.
Fui perdendo os dias, as semanas, os meses, os anos,
Me perdi, e nem eu mesma me achava. 
Vença, cresça, amadureça, é o que eu falava 
Mas a força para encarar tudo me faltava.

Quanto mais eu fugia da realidade
Ela perseguia-me e me perturbava,
Aparecia quando eu menos esperava e me importunava. 
Era doloroso, mas eu fingia que feliz estava,
E não foi da noite para o dia que renasci 
Das cinzas da qual me queimava. 

Leda Rosse Salamandane 

2 Comentários

  1. ❤️ estas de parabéns minha amiga,ccontinue por esse caminho,e so forçar mais na criatividade dos poemas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário